fbpx

Afinal como tratar e prevenir a obesidade canina

A relação entre cães e seres humanos está cada dia mais próxima, tanto que, hoje em dia, os cães sofrem cada vez mais de doenças relacionadas a hábitos não saudáveis, como as pessoas.

Um exemplo, é o sobrepeso, uma alteração corporal provocada pelo excesso de gordura, que afeta a saúde dos nossos peludinhos.

Continue a leitura!

O que causa a obesidade em cães?

1 – Fator psicológico é uma das principais causas, e está diretamente ligado ao nervosismo, estresse e doenças metabólicas/endócrinas.

2 – Fator social também pode ser uma das causas para o seu peludinho estar mais cheinho. A  disputa por alimento com outros pets, ou tutores que estimulam a ingestão de grandes quantidades de comida são os principais problemas. Muitas das vezes, essa alimentação não é tão saudável assim

3 – Condição genética é outra causa: raças como Pug, Duchshund, Labrador Retriever, Terrier Escocês e outros possuem tendências genéticas para obesidade. Listamos as 10 raças mais propensas à obesidade no nosso Instagram. Clique aqui e confira!

4 – A castração também pode condicionar o seu peludinho à obesidade, por isso, se seu cachorro for castrado, a supervisão deve ser ainda maior.

5 – Falta de atividade física somada ao fator social faz com que o seu peludinho ganhe cada vez mais peso. Algumas raças já são de natureza preguiçosa – Basset Hound, por exemplo –, por isso é necessário levá-las para passear, pelo menos, uma vez por dia.

6 – Finalmente, o envelhecimento é a última causa: a taxa metabólica basal (energia consumida por atividades físicas importantes), mais a redução da atividade física, indica que o envelhecimento pode gerar obesidade em pets.

Leia também: 9 comidas que podem fazer mal para cachorros e gatos

 

Quantos anos vive um cão obeso?

Um cachorro obeso vive, em média, cerca de dois anos e meio a menos que um saudável. Isso quer dizer que ele terá uma redução de 15% na expectativa de vida.

A obesidade é considerada uma doença, o que é muito preocupante, pois – se o problema não for resolvido a tempo – pode levar a comorbidades graves como diabetes, cardiopatias, tumores, problemas pancreáticos, infecções, transtornos, etc.

Por isso, se você suspeita que seu cão está acima do peso, comece a tomar medidas o mais rápido possível, para evitar que ele comece a desenvolver problemas mais graves.

Obesidade canina: como tratar e prevenir

Não há segredo para prevenir a obesidade em cães. É preciso seguir uma dieta balanceada e exercícios regulares suficientes para manter o peso ideal do pet. No entanto, caso seu amigo seja diagnosticado com obesidade canina, é hora de tomar algumas medidas. Lembrando sempre que, por esse motivo, o acompanhamento com o veterinário é fundamental para estabelecer uma rotina saudável.

Receitas caseiras para cachorros obesos ou sobrepeso

Atenção, para fazer estas receitas, em casa, você deve seguir as proporções de nutrientes certas, são eles:

  • Proteína animal: 50%
  • Legumes: 20%
  • Cereais, batatas ou massas: 20%
  1. Refogado de batata e carne bovina

Para fazer essa receita, basta cozinhar as batatas, carne e cenouras, respeitando o tempo de cozimento de cada ingrediente. Se quiser tornar esse refogado para cachorros obesos mais saboroso, adicione azeite, em pouquíssima quantidade, para evitar excesso.

  1. Frango com arroz e legumes

Cozinhe o arroz junto com espinafres, cenouras e tomate. Ao mesmo tempo, selecione o peito de frango (um corte com pouca gordura) e o asse na grelha. Depois corte o frango e misture com o arroz.

  1. Batata com peixe

Este é um prato muito saudável em nível nutricional e muito baixo em calorias, pois podemos prepará-lo no forno. Corte as batatas em fatias finas e coloque-as no forno (com um pouco de água). Quando faltarem aproximadamente 15 minutos para terminar de cozinhar, acrescente filetes de merluza sem pele por cima. É mais uma ótima opção de receita para um cachorro obeso!

  1. Macarrão com atum e tomate

Amasse um tomate, e o prepare na grelha com uma linha fina de óleo. Em seguida, cozinhe o macarrão e misture com o tomate. Finalmente adicionamos atum enlatado, mas em seu estado natural, sem óleo e sem sal.

  1. Purê de batatas com salmão

Com esta receita, incluiremos na dieta do cãozinho gorduras saudáveis, que não serão prejudiciais, se consumidas com moderação e com alimentos de qualidade. Para preparar o purê, ferva as batatas e as amasse. A melhor maneira de preparar o salmão é usando o filé de lombinho (sem espinhos). Cozinhe a vapor, ou no forno, envolto de papel alumínio para cozinhar no próprio suco.

O ideal é que os pets se exercitem regularmente. Apenas caminhar não é o suficiente. Portanto, é essencial que haja brincadeiras como perseguir a bolinha, por exemplo. São hábitos que precisam estar presentes na rotina de qualquer peludinho, desde seus primeiros meses de vida. Vale lembrar que os gatinhos curtem mais escalar e pular. Nesse caso, você pode instalar prateleiras que permitam isso, assim como arranhadores, que instigam o exercício físico.

Quem não deseja uma vida longa para o seu animalzinho, não é? Então fica de lição: a obesidade é um problema sério.

Acesse o site da Plamev Pet e conheça os nossos planos de saúde!
Não deixe de acompanhar o nosso Instagram e Facebook para ter acesso a outros conteúdos e muitas novidades do mundo pet!

O jeito inteligente de cuidar do seu pet! 🐶🐱🐾