fbpx

9 comidas que podem fazer mal para cachorros e gatos

Seu pet fica com um olhar de pidão enquanto você come? É normal ficar com pena e dar um pedacinho de alimento para que ele se tranquilize. Mas saiba: dependendo da comida, você pode colocar a vida dele em risco! Afinal, se nós precisamos tomar cuidado com aquilo que comemos, por que com os pets seria diferente?

Confira abaixo alguns dos alimentos que não devem, em circunstância nenhuma, serem oferecidos para cachorros ou gatos:

 

  • Chocolate – Quando um pet come chocolate ou qualquer doce, seja um pedacinho ou em excesso, ele pode vomitar, desidratar e ter dores abdominais. A ingestão de doce e chocolate pode deixar o cachorro ou gato muito agitado, causar arritmia cardíaca, aumento repentino da temperatura corporal ou convulsões levando-os a morte.
  • Leite e seus derivados – O consumo de leite, queijo ou qualquer outro laticínio, pode provocar vômitos, diarreia e outros problemas intestinais. Estes alimentos podem, a longo prazo, deixar o pet exposto a várias bactérias e consequentemente, provocar uma doença mais séria.
  • Cebola e alho – Estes alimentos podem danificar as células vermelhas fazendo com que os animais fiquem mais fracos e desanimados. Se comerem muitas cebolas ou dentes de alho por exemplo, podem ter alteração na cor da urina e, em casos mais sérios, podem até precisar de uma transfusão sanguínea.
  • Uvas – As uvas sejam elas in natura ou passas, podem causar falência renal no seu peludinho. Além disso, eles podem também ter crise de vômito, diarreia, desidratação ou ter falta de apetite.
  • Abacate – Algumas variedades de abacate têm efeito tóxico nos pets. Eles podem ficar com o estômago sensível, desenvolvendo dificuldades respiratórias, líquido no peito. E se você quer manter a saúde do seu pet, o caroço do abacate não deve nem passar perto da boca do seu cachorro ou gato. Ele pode provocar obstruções no trato gastrointestinal caso seja engolido.
  • Cafeína – A xantina presente no café estimula o sistema nervoso dos cães e gatos, provocando vômitos, agitação, palpitações e, em alguns casos, até morte.
  • Bacon, batata frita, pizza e outros tipos de alimentos gordurosos – Esta lista de comidas podem causar uma série de problemas na digestão e na absorção de nutrientes. Além disso, frituras em geral causam inflamação no pâncreas.
  • Carnes e ovos crus – Comida crua pode trazer uma série de transtornos. Um dos grandes problemas são as bactérias como a Salmonella e a E.coli, que causam intoxicação e podem até mesmo levar a morte. No caso do ovo, a enzima natural dele interfere diretamente na absorção de vitaminas do complexo B e pode causar problemas na pelagem e na pele.
  • Ossos – Embora todo mundo pense que cachorros e ossos sejam um par perfeito, a verdade é que eles devem ser proibidos na dieta do seu pet. Ao ingerir pedaços de osso, os cachorros podem engasgar, sufocar e se cortar, ferindo até mesmo o trato digestivo.

 

Esta é uma lista dos alimentos mais perigosos para os cachorros e gatos. Mas atenção: se você não tem certeza se determinado alimento faz bem ao seu pet, é melhor que você não dê. Sempre que tiver dúvidas, converse com um veterinário de confiança. Afinal, a melhor e mais segura ajuda é a de um profissional qualificado!

Lembre-se sempre que os pets tem um organismo diferente do seu e uma saúde mais sensível. Nem tudo o que você consome fará bem a eles.

Para que seu pet viva tranquilo e saudável, acompanhe sempre a sua alimentação e o seu quadro clínico. E, para garantir a melhor assistência nos momentos mais delicados, invista em um bom plano de saúde veterinário. Assim você pode criar o hábito de avaliá-lo preventivamente com regularidade, confiança e economia.